Compartilhar

Que tal seguir algumas dicas abaixo e convencê-lo a dizer SIM?
É possível. Vamos lá.
Primeiro tenha em mente: o cliente não comprará porque você precisa vender, mas sim para adquirir algo que faça a sua vida melhor.

Você está negociando e ele diz: “preciso de mais tempo para pensar”. Tudo bem, isso é comum, todos falam isso porque querem pensar com mais calma e tempo.
Vai me dizer que você nunca disse isso?

Então, nesse caso pode ser que o cliente, ainda tenha dúvidas sobre o produto/serviço ou, não se sentiu convencido a efetuar a compra.
Diante dessa situação você pode: deixar ele pensar e, quem sabe, ele volte ou, ajudá-lo a pensar. Isso mesmo! Pense junto com o cliente. E depois, envie informações extras faz parte do processo.

Porém, evite que o contato se resuma a isso. Ok?

Antes de finalizar, pergunte se ainda existe algo em especifico que você possa esclarecer e direcione a conversa para o convencimento de que seu produto ou serviço atende as necessidades dele. É isso que ele precisa.

Afinal, seu papel como vendedor é perguntar ao seu cliente, no que ele precisa pensar. Mas vai com calma, não seja invasivo, ofereça a sua ajuda para pensarem em conjunto.
E assim, será muito mais fácil identificar o problema dele, entender as suas necessidades e por fim dar sequência na venda.

E agora? Ele quer falar do preço do seu produto. Você está preparado para escutar do cliente: “mas o seu produto é muito caro”.
Bom, para evitar que isso aconteça o cliente tem que saber de todos os benefícios do produto/serviço, suas vantagens e exclusividades.

Enfim, todos os argumentos que justifiquem o preço do seu produto.
Esse é o tipo de valor que você tem que agregar ao seu produto ou serviço, para que o preço não seja um empecilho na hora da venda.

Nós sabemos que todo vendedor precisa ser bom de lábia, certo? Mas evite, a maioria dos clientes podem achar isso falso demais.
Então, não tente convencê-lo falando muito.
Pare e respire fundo!
Agora é o momento de escutá-lo para saber suas reais necessidades. É ele que deve falar muito.
E jamais force a venda pois o cliente se sentirá pouco à vontade.

Vá sempre pelo caminho dos benefícios e vantagens, utilizando argumentos relevantes para tentar convencê-lo.

Uma dica que nunca falha é: registre tudo sobre seus clientes, pois quando nós conhecemos melhor cada um deles, temos em nosso favor mais possibilidades de conseguir concluir uma venda.

Mas sempre encare tudo como oportunidade e aprendizado.
Escutar um “sim” é ótimo/maravilhoso e escutar um “não” pode ser uma maneira que você encontra para refletir e identificar em qual ponto você errou.
Assim, com certeza você irá aprimorar seus argumentos em negociações futuras. E VENDER mais.

E agora o que falta para você VENDER mais?

Falta clientes segmentados e em potencial?

Então, você acaba de encontrar uma solução rápida e simples para este problema. A Make, basta você fazer o seu primeiro contato clicando aqui e se candidatando a uma consultoria gratuitamente.

Assim que abrir um horário na agenda do nosso time, entraremos em contato.
Após isso, você terá possibilidades reais de ter clientes novos todos os dias.

Bom, só para finalizar, eu realmente espero que você coloque isso em prática e comece a olhar com mais atenção para os clientes que disseram ainda não. Pois eu acredito que eles dirão o tão esperado “sim” em pouquíssimo tempo.

Andrey Assunção

Andrey Assunção

Andrey Assunção em Make Vendas
Eu e todo o time da Make Vendas acreditamos que qualquer micro e pequena empresa pode alavancar suas vendas em alta velocidade com uso de ferramentas e métodos simples e de fácil aplicação, que contribuam para o crescimento do seu faturamento e geram riqueza de forma sustentável aos seus proprietários e colaboradores envolvidos, com o único objetivo de realizarem seus maiores sonhos.
Andrey Assunção