Compartilhar

Links patrocinados e campanhas de anúncios em redes sociais costumam ser uma forma barata e eficiente de captar novos clientes e, principalmente, de conseguir novos negócios. Em geral, quem investe nisso percebe um incremento em sua audiência, e isso é facilmente verificado. Mas muitas vezes acontece de, uma hora para outra, os resultados ficarem aquém do esperado. E aí você deve se perguntar: porque meu anúncio do Facebook parou de gerar vendas?

Não há uma única resposta para isso, mas neste artigo vamos mostrar os principais motivos que levam estratégias que já se mostrarem eficientes a não apresentarem mais os mesmos resultados. Muitas vezes, a resposta se encontra em detalhes – e eles podem ser facilmente corrigidos.

A seguir, apresentamos sete razões que podem afetar os resultados de suas campanhas no Facebook. Saiba quais!

Por que meu anúncio do Facebook parou de gerar vendas? Veja 7 prováveis motivos

1. Anúncio bloqueado

Se você não está recebendo conversões com seus anúncios no Facebook, o primeiro passo é verificar se de fato você tem um anúncio ativo na plataforma. Porque, muitas vezes, a rede social o bloqueia.

Isso, claro, não acontece por simples capricho da plataforma. O Facebook bloqueia todos os anúncios que não seguirem as regras da empresa. E, sempre que isso ocorre, a plataforma envia uma notificação explicando.

Alguns produtos e serviços simplesmente não podem ser anunciados. Além, claro, dos que sejam flagrantemente ilegais, a plataforma veda anúncios de cunho sexual, de drogas, de suplementos considerados perigosos, de armas e de cigarros. Conteúdo considerado inverídico, sensacionalista ou com informações duvidosas também são passíveis de serem vetados.

Por isso, antes de começar uma campanha de anúncios no Facebook, é extremamente importante que se leia a Política de Publicidade da plataforma. Outra dica é procurar a consultoria de empresas como a Make Vendas, especialista em estratégias de vendas.

Caso você considere que seu anúncio não descumpre nenhuma das exigências da plataforma, é possível pedir uma nova análise.

2. Segmentação

Um dos grandes atrativos de se anunciar no Facebook é a segmentação. Você pode configurar sua publicidade de modo que ela seja exibida para o público mais provável a se interessar por ela. O problema é que se você não fizer a segmentação adequada, muito provavelmente irá vender pouco ou nada – e ainda perder dinheiro.

Imagine, por exemplo, que você venda roupas para bebês. O público consumidor disso é bem específico. Ao mesmo tempo, as imagens que normalmente se usa nesse tipo de anúncio são agradáveis aos olhos de diversos públicos – inclusive àqueles que não têm o menor interesse em comprar uma roupinha dessas. Dessa forma, seu anúncio até irá gerar cliques, mas não irá converter em vendas.

Assim, a melhor forma de escolher corretamente o público que irá ver seus anúncios é, antes de mais nada, criar uma persona. Trata-se de um perfil o mais completo possível de quem é seu cliente ideal. Ao definir exatamente quem é seu público consumidor, a segmentação do anúncio será mais precisa.

3. Limite de orçamento

Se você se questionar “por que meu anúncio do Facebook parou de gerar vendas?”, tente emendar uma nova indagação: será que não se trata de uma mera questão de orçamento?

Caso você já tenha o hábito de gerenciar contas comerciais no Facebook, provavelmente já deve saber que é possível configurar um valor máximo para gastos com anúncios nessas contas. Essa funcionalidade é importante para que se tenha um controle sobre quando gastar em publicidade na rede social.

Ocorre que, sempre que o valor atinge o limite que você estabeleceu, a própria plataforma do Facebook interrompe a inserção de campanhas nos leilões de anúncio. E, se isso acontecer, eles param de ser exibidos – e, consequentemente, param de gerar vendas para você.

Se o problema for esse, a solução é simples. Basta ir até o seu gerenciador de negócios no Facebook e alterar os parâmetros de orçamento.

4. Orçamento muito baixo

Esse problema é um pouco diferente do anterior. Enquanto que no caso que vimos há pouco a questão estava no controle do seu investimento, aqui se trata de quanto efetivamente você está gastando com publicidade.

Quem procura anúncios de Facebook em geral o faz por uma questão de ter maior assertividade nas campanhas de marketing. A verba para se investir em marketing é restrita, então não há muito espaço para apostas.

De fato, o Facebook não exige grandes investimentos, e com poucos reais por dia já é possível ter bons resultados. Mas não adianta esperar por milagres.

Se você gastar apenas R$ 1 ou R$ 2 por dia em anúncios de Facebook, é bem provável que não tenha muito sucesso na sua campanha. Mas com investimentos entre R$ 20 e R$ 30, já é possível conseguir os primeiros resultados. Ainda assim, é bom ressaltar que cada caso é um caso.

Aplique esse investimento com sabedoria. Perceba que, se você investir R$ 10 por dia com anúncios e decidir criar cinco anúncios diferentes para serem veiculados com esse valor, estará cometendo o mesmo erro que acabamos de mencionar. Às vezes vale mais pena dedicar todo o montante para um único anúncio.

Uma dica que pode ser útil é, ao menos no começo das novas campanhas, limitar os anúncios a dois ou três tipos. Assim você poderá verificar quais estão dando mais retorno e investir mais neles no futuro.

5. Concorrência no leilão

O Facebook tem bilhões de usuários e algumas centenas de milhares de pessoas e empresas oferecendo algum tipo de serviço ou produto. Então, é bem provável – diríamos que praticamente uma certeza – que você anuncie algo que tenha um concorrente.

Dando um exemplo: vamos supor que você tenha uma loja de produtos naturais e decida fazer uma campanha de anúncios na rede social.

Você faz seu anúncio dentro dos melhores parâmetros, segmenta da melhor maneira e tudo o mais. Mas, na sua mesma área de atuação, há outras cinco empresas que anunciam os produtos para o mesmo grupo de usuários. Quem garante que a sua campanha será exibida, e não a do concorrente?

Essa garantia a plataforma dá a partir do seu leilão de anúncios. Mas, veja bem, não se trata de um leilão daqueles tradicionais, em que simplesmente vence quem paga mais.

O Facebook quer que seus anunciantes faturem e que seus usuários fiquem satisfeitos. Então, além do valor máximo diário por anúncio, a plataforma decide quais aparecerão no feed a partir de questões como a chance de o usuário clicar nele e a chance desse clique converter numa venda.

Isso tudo é calculado pelos algoritmos da rede social que considera, entre outras coisas, a quantidade de reações positivas (ou negativas) que aquele mesmo anúncio já teve. Portanto, se quero saber por que meu anúncio do Facebook parou de gerar vendas, tenho que estar atento também a isso.

6. Excesso de texto na arte

Sabe o “textão” que tanto se fala em qualquer rede social? Pois é, muitas vezes eles são simplesmente ignorados pelos usuários, e a má (ou boa) notícia é que vale também para os anúncios.

O detalhe aqui é que a definição de textão quando se fala em anúncios de Facebook é um pouco diferente. Mais precisamente, de 20%.

Por uma decisão da plataforma, anúncios que contenham mais de 20% de texto em sua arte terão redução de alcance. E o detalhe é que essa diminuição aumenta conforme aumentar a violação da regra.

E não se pode nem achar que o Facebook é intransigente. Afinal, até um tempo atrás a plataforma simplesmente bloqueava anúncios que ultrapassassem esse limite. Hoje, ela simplesmente reduz o alcance.

7. Falta de relevância

Outro motivo com potencial para derrubar suas vendas é a falta de relevância do seu anúncio. Aqui não se trata necessariamente da ausência de relevância de seu produto ou serviço, mas sim da forma como se formatou sua campanha.

O Facebook define essa relevância através de um ranking que a plataforma possui. Ele mede o potencial de interesse e de engajamento dos anúncios considerando a segmentação que foi dada.

Quem anuncia pode verificar essa pontuação em seu gerenciador de anúncios. Caso o valor esteja baixo, a chance de ter seu anúncio exibido cai bastante.

Isso não quer dizer, contudo, que tudo se perderá. Basta tomar algumas medidas para aumentar a relevância do anúncio.

Para isso, reveja a segmentação, mude o estilo do anúncio e avalie a possibilidade de contar com o auxílio de quem é especialista no assunto, como a Make Vendas.

Considerações finais

Investir em ações de marketing no Facebook é uma opção que está ao alcance de todo qualquer empreendedor. Isso porque, com alguns poucos reais, já é possível conseguir um incremento nas vendas. Se você já anunciou alguma vez na plataforma, provavelmente já se deu conta disso.

Não é raro, contudo, perceber uma queda nos resultados entregues pela plataforma. Se isso está acontecendo pela primeira vez e você está se perguntando “por que meu anúncio do Facebook parou de gerar vendas?”, verifique seus anúncios pela ótica destas dicas que acabamos de dar. Se quiser uma ajuda mais especializada, entre em contato conosco. Estamos prontos para ajudar a aumentar suas vendas!