Compartilhar

Bom, vamos supor que você já tem a solução do problema do seu público.

Ok, ponto para você, está no caminho certo.

Mas, isso não será suficiente se você não souber despertar a emoção dele de alguma forma.

Bom, vamos lembrar aqui: o que é copy? – é um método de escrita persuasivo.

Certo!

Então, você precisa, necessariamente, mexer com o público para que sua venda dê certo.

E aqui existem várias maneiras de você conseguir isso.

Por exemplo, você pode contar a sua jornada, ainda mais se for parecida com a dos seus clientes, para criar empatia e aí o terreno fica melhor para a conversão futura.

Só que existe uma técnica chamada: os gatilhos mentais ou, atalhos mentais.

E o que são esses gatilhos mentais?

Basicamente, eles são mecanismos cerebrais que tem o objetivo de tornar mais rápido processo de decisão do seu cliente.

Existem muitos gatilhos mentais que são estudados e usados a todo instante.

Resumidamente, separei alguns para você entender:

Reciprocidade – é a tendência de retribuir favores (uma troca).

  • Coerência – quando você se propõe a pagar por algo se o cliente não gostar.
  • Prova Social – é uma tendência que segue o comportamento de outras pessoas.
  • Autoridade – é outro gatilho porque nos faz confiar naqueles mais “experientes”.
  • Escassez – mostra que tudo é que raro ou está acabando é valioso.

Essas são algumas ideias de gatilhos mentais que fazem com que nossos públicos comecem a agir de forma mais automática, mais emotiva.

3 – Fale do produto, mas só no momento certo

O que é copy se não a arte de conseguir encontrar o momento certo para a venda?

O copy fala muito em conteúdo. Conteúdo persuasivo, conteúdo de qualidade, conteúdo de valor, conteúdo de importância…

Só que o copy é apenas uma maneira de você conseguir conversão porque o próximo passo para, além disso, é vender o seu produto ou serviço.

Em algum momento você vai ter que falar do seu produto.

O importante é saber que não vai ser qualquer momento, e sim o momento!

Se você entrega um conteúdo de alta qualidade, que sana as dúvidas dos leitores, que te dá credibilidade e autoridade, você está a dois passos do paraíso para realizar a sua venda.

Isso porque você conseguiu gerar um relacionamento muito bom.

E se relacionar com o cliente nada mais é do que o deixar melhor preparado para receber suas ofertas que vão vir futuramente como forma de melhorar a vida dele.

Afinal, você está dando a solução para um problema, não é?

E aqui já estamos falando que é chamado no marketing digital de “objeções”.

Mas, o que são objeções?

Vamos entender da seguinte forma: quando um consumidor compra um produto, ele tem que se desfazer de alguma coisa, no caso o dinheiro dele.

Essa troca precisa, necessariamente, valer a pena.

E existem muitos motivos para que o consumidor ache que aquela troca não vai valer a pena.

Isso é a objeção, esse pensamento de achar que o produto não vale a pena ou não vale o valor pelo qual está sendo vendido.

Nesse caso, qual é, portanto, a atuação do copywriter?

Fazer com que o consumidor entenda que sim, aquele produto vale a pena por X motivos.

Se o produto vai solucionar o problema dele, já é um começo.

Mas, é preciso ir, além disso, e mostrar, inclusive, que o valor está abaixo do que o produto pode representar de mudanças na vida da pessoa que o comprar.

Pensando do lado do consumidor, ele está totalmente correto em ter objeções.

Só que se você vende algum produto no qual confia e sabe que vale a pena, vai precisar mostrar para o consumidor isso.

E aqui está a importância de seguir os passos acima, considerando que estamos falando sobre o que é copy e como usar ele no marketing digital.

4 – Leve o seu público à tomada de decisão

Tem uma frase que é bastante batida no mercado digital, mas que precisamos dizer aqui, agora:

“Se você não disser ao cliente para onde ir, ele pode ir a qualquer lugar… Inclusive, embora”.

E é isso mesmo.

Você tem um conteúdo de qualidade, usa técnicas de persuasão baseado no que aprendeu sobre o que é copy e ainda tem um produto que vai resolver o problema de muita gente.

Ok.

Mas, e aí bora vender?

Claro, né.

Já que hoje o desejo de todo empreendedor é que as suas vendas estejam sempre em processo acelerado. Temos que ter o poder de direcionar a pessoa para a compra.

Portanto, se você percebe que cada dia está mais difícil convencer o consumidor a comprar seu produto, passando por queda nas vendas ou então sentindo que o mercado no seu setor vai apertar, não espere piorar. Eu e o meu time estamos prontos para conhecer o seu negócio e aplicar as técnicas certas. Tudo isso porque nos apresentamos planos de ações eficientes e que promovem campanhas direcionadas para atingir o seu público-alvo.

Se você quer novos clientes e começar a vender todos os dias utilizando a internet, clique aqui e se cadastre para participar de uma de nossas consultorias.

Andrey Assunção

Andrey Assunção

Andrey Assunção em Make Vendas
Eu e todo o time da Make Vendas acreditamos que qualquer micro e pequena empresa pode alavancar suas vendas em alta velocidade com uso de ferramentas e métodos simples e de fácil aplicação, que contribuam para o crescimento do seu faturamento e geram riqueza de forma sustentável aos seus proprietários e colaboradores envolvidos, com o único objetivo de realizarem seus maiores sonhos.
Andrey Assunção