Compartilhar
Campanhas que vendem: como aumentar minhas vendas usando a internet?

Existem 3 passos fundamentais já testados para uma empresa física utilizar a internet para alcançar novos clientes potenciais e desenvolver relacionamento para vendas com eles.

Só que desde que começar a trabalhar com marketing digital ouço empresários de todos os setores falando que anunciar no Google ou Facebook não funciona para o segmento deles.

As desculpas são muitas, mas na maioria das vezes eles simplesmente dizem que o investimento é muito alto pelo retorno que dá.

E eu tenho que concordar.

Realmente o investimento se torna muito alto quando sua campanha não é bem segmentada.

Anunciar não se resume apenas em escolher boas palavras-chave ou bons filtros de interesses no Facebook. Existe um método claro e eficiente que a maioria das pessoas não conhecem e por isso não possuem bons resultados com suas campanhas no Facebook, Google ou Instagram.

É isso que eu chamo de Campanhas que Vendem.

 

1. Ter um objetivo claro definido

Ter um objetivo claro definido

Criar um anúncio e levar o internauta a página inicial da sua empresa não é conduzi-lo a um objetivo claro definido.

Lá ele irá encontrar uma série de informações que não estão diretamente relacionada ao produto/serviço que ele está pesquisando ou que se interessou e isso certamente irá distrai-lo.

A tela do seu computador ou smartphone está carregada de informações que já nos distraem com facilidade e isso contribui para que a pessoa saia do seu site sem entrar em contato com você.

Isso é o que defino de “Campanha de Prejuízo”.

Você não deve fazer uma campanha para ter um alto custo com cliques e baixo retorno em número de orçamentos e vendas. Essa conta deve ser positiva (ROI positivo).

A melhor forma de fazê-la é conduzir o internauta a uma página específica sobre o produto/serviço que você quer oferecer a ele… e de preferência agregar informações e benefícios que realmente atraiam sua atenção.

Fica aqui a sugestão de criar uma página de captura para apresentar seu produto/serviço com o objetivo claro definido de fazer com que o internauta se cadastre para conhecer mais informações sobre seu produto/serviço.

Neste modelo você tem a autonomia em suas mãos para entrar em contato com ele, fazer sua negociação e efetivar a venda. Concorda?

 

 

2. Fazer uma boa oferta do seu produto/serviço

Fazer uma boa oferta do seu produto/serviço

Uma boa oferta deve ter sempre dois aspectos: 1) ser direta e 2) ser mensurável.

Informações superficiais e confusas geralmente causam má impressão a quem lê e acaba por converter menos em leads ou vendas.

Tenha sempre o foco na transformação que seu produto/serviço gera ao seu cliente e não apenas em descrever as características do que você está vendendo.

No meu caso, se eu falasse “Como criar campanhas que vendem em apenas 60 minutos” seria mais impactante positivamente do que “Sistema que gerencia campanhas com facilidade e rapidez”, concorda?

Procure focar na solução do problema do seu cliente.

O meu cliente está precisando vender mais… criar uma campanha é apenas uma ação intermediária que muitas vezes ele até adia por não ter conhecimento técnico, tempo ou paciência para executar.

E eu concordo com isso. Eu, como empresário, também não gostaria de perder meu tempo com coisas que não fazem parte do meu core.

Foque no que te gera resultados $$$!

Todo o resto você deve delegar.

Vamos usar outro exemplo. Imagine um dono de escola de inglês, qual oferta ele poderia fazer para seu serviço?

“Curso de Inglês com metodologia única e garantia de satisfação”?

Ora bolas… no mercado em que vivemos, acho que isso é o mínimo que qualquer escola deve oferecer.

Que tal: “Como aprender inglês de uma vez por todas em apenas 12 meses e garantir o emprego dos seus sonhos”?

Melhorou né?! Nesse caso, já dá até pra visualizar a transformação gerada.

Aposto que você já tem 2 ou 3 grandes ideias para criar sua próxima oferta e fazer uma Chamada que Vende!

 

3. Ter as métricas de performance sempre ao seu alcance

Ter as métricas de performance sempre ao seu alcance

Uma campanha não pode ser definida como de sucesso ou fracasso sem os números.

Aliás, os números são nossos aliados a todo momento para sabermos se estamos acertando ou estamos errando e em qual etapa do processo.

Uma campanha de vendas na internet é praticamente uma ciência exata. Você não pode confundi-la com uma aposta.

Apostadores tentam a sorte e vencedores sabem exatamente o que estão fazendo. Essa é a diferença entre homens e crianças.

No marketing digital é a mesma coisa. E pior… não tem espaço para aventureiros por muito tempo neste mercado.

Então tenha sempre no mínimo as seguintes métricas em mãos:

  • Quantidade de cliques x leads
  • Quantidade de leads x orçamentos
  • Quantidade de orçamentos x vendas
  • Custo do orçamento
  • Custa da venda
  • Tempo médio de venda

 

Com estas informações em mãos você identificará onde está errando ou acertando.

Se você tiver isso em mãos em tempo real, melhor ainda.

Essa, inclusive, é uma das funcionalidades que mais me deixa feliz no Acelerador de Vendas Make.

Ele não é apenas um facilitador de construção de campanhas de vendas no Google, Facebook ou Instagram. Ele é uma verdadeira “mira” no que diz respeito ao acompanhamento de performance de uma campanha.

Se não está entre suas habilidades principais criar e gerenciar campanhas na internet mas está entre suas habilidades vender seu produto/serviço como ninguém sabe fazer melhor que você, aconselho fortemente a terceirizar esta ação para alguém que saiba fazer isso muito bem.

A Make desenvolveu o Acelerador de Vendas para facilitar o seu trabalho e construir campanhas com assertividade, solidez e agilidade. Dessa forma seu dinheiro vai estar seguro e você irá investir com muito mais tranquilidade em uma estratégia que já funcionou para centenas de empresas.

Clique aqui e solicite um contato ao telefone do nosso time de vendas para que você possa conhecer a melhor estratégia de captação de novos clientes para sua empresa.

Um abraço e boas vendas!

Andrey Assunção